sábado, 10 de novembro de 2012

Engrenagem: biscoitagem



Chá de Centella Asiática: melhora a circulação sanguínea, também tem função calmante, diurética e combate as câimbras.


Olá, pessoal! Tudo bem com vocês?

Atualizando mais uma vez isso aqui. 
O assunto da postagem passada foi parcialmente resolvido, menos mal.
Agradeço a quem sempre visita e comenta.

10 - 11 - 12 é uma data legal, sequência supimpa do ano, deve ter um significado especial para algum milhão de pessoas no mundo...

Já que estamos no assunto, meu blog tem um significado que é só meu, embora cada um possa achar um só seu (não o blog, o significado) e isso também é/será bom, mas o fato é que mesmo explicando ficaria confuso, então vou tentar resumir e responder até as perguntas que vocês podem ter feito ou não por aí.

Quando eu cito um determinado tipo de chá, fica claro que ele tem a ver com a postagem, geralmente é relacionado tanto com o texto quanto com meu estado de espírito enquanto escrevo. Esse pequeno pedaço da postagem acaba funcionando como um climatizador da postagem inteira. Pretendo tomar a maioria dos chás descritos aqui um dia, até os que eu sei que têm gosto horrível.

Possuo guardados muitos textos inacabados, às vezes penso em algo fantástico para compartilhar e quando começo a escrever, tudo vai embora da cabeça. Não acontece só com vocês, eu me perco no raciocínio de vez em quando, minha atenção voltou mais ou menos a um estado melhor depois que eu retornei ao maravilhoso mundo dos videogames. Recomendo uma jogadinha frenética no tempo livre. E como a maior parte do meu tempo é livre, vou jogando...

As imagens que eu coloco em cada postagem são fotos que eu tiro por aí e desenhos que eu edito digitalmente, exceto as duas primeiras imagens (uma em cada postagem) que eram de um banco de imagens grátis, só depois resolvi dedicar mais tempo ao blog e colocar apenas coisas minhas. 

"Meu querido blog terapêutico!"

Farei um post em breve sobre o meu limbo digital parcial e chatices esporádicas.
Se quiserem saber mais sobre mim, entrar em contato ou sugerir um tema para escrita, clique nos ícones aqui do lado direito e mande uma mensagem ou deixe um recado nos comentários.

Um abraço a todos!

domingo, 28 de outubro de 2012

Desabafo redundante



Chá de capim limão: calmante, analgésico, contra doenças nervosas, ansiedade e cefaleia.





Já me dava desgosto pensar em sair em Recife dependendo de ônibus, agora dá mais ainda. A única linha que atendia perto da minha casa mudou de rota e agora passa lá na casa de caramba. E como eu descobri isso? Descobri voltando pra casa à noite quando o ônibus desviou de seu caminho habitual e quando as pessoas perguntaram por onde ele ia passar, a cobradora simplesmente disse: “Ah, agora ele passa por tal e tal canto”, sem informar onde eram exatamente as paradas.

Obrigada por nada, Grande Recife Consórcio de Transporte! Nunca te amei mesmo.

Bem, eu sei que aqui tem muitos idosos, crianças e até deficientes (e outras pessoas com problemas diversos, onde não há isso, né?) e que serão prejudicadas como eu fui com essa mudança repentina da rota. Quem mora na Zona Oeste da cidade já vive abandonado com várias outras exclusões, não precisamos de nenhuma alteração da rota, só de MAIS LINHAS.

Com a mudança, a linha do Brasilit deixa de atender 3 paradas na Avenida Caxangá, 1 na Afonso Olindense (Várzea), 1 na frente do Residencial Caxangá e mais 2 na Avenida Barão de Bonito (uma dessas é a minha).

E o boato que corre é que essa linha irá acabar. Então se forem me chamar pra sair, vou recusar logo dependendo do que seja pra fazer e da hora.  Não vou ficar dependendo de esperar por 1h um ônibus que desce 10x longe da minha casa agora e não posso contar em descer na Avenida Caxangá com essas modificações insanas dos pontos também.

Ficou tudo longe nesta mer&¨$#%$! ¬¬” Como eu acredito mais no poder da internet que algum bate boca pessoalmente na porta da empresa, espero que a minha mensagem possa ser propagada por aí "nas internet da vida". Existem inúmeras pessoas iguais a mim reclamando ou com a raiva silenciada pela rotina frenética do conformismo.

Eu me sinto enganada como em várias outras situações de coisas escrotas que acontecem pelo Brasil.

Até breve, pessoal!


quarta-feira, 25 de julho de 2012

"Tem um tempinho?" "Claro!"



Chã de hortelã: contra fadiga e enjoos.

Admiro as pessoas que têm desprendimento para escrever sobre elas mesmas. Mesmo que seja algo melancólico e fúnebre.

Eu gosto de falar com as pessoas, mas eu prefiro ouvir e ler o que elas têm a me dizer, e é o que geralmente acontece. Não que eu não queira falar algo sobre mim, somente me perco nas histórias dos outros e guardo para mim as minhas memórias.

Talvez seja por isso que guardo bem os segredos. Não algumas confidências, mas sigilos, aquelas coisas que acontecem nas nossas vidas que SÓ nós sabemos e, provavelmente, morreremos com essas informações.

Por muito tempo, tive dificuldades em conversar mesmo com muita gente, não sei bem ao certo quando e como tudo mudou, mas foi bom, acho que a internet ajudou.

Desde que “me entendo por gente”, vivi várias fases como falante, ranzinza, tímida, comunicativa, depressiva, desapegada, extrovertida, reflexiva... Em todas elas eu tinha o pensamento recheado de imaginação e sonhos e isso me levou ao convívio de muitas outras pessoas que precisavam desse lado e do compartilhamento de experiências.

Apesar de todos os meus defeitos, sei bem o meu valor hoje. Um beijo para todos que me fizeram chorar um dia! Espero que todos vocês sejam felizes!

Acredito que não fiz amigos e colegas à toa. Mas ainda me pergunto de vez em quando porque vocês gostam da minha chatice. HAHAHAHA

São aquelas famosas diferenças que aproximam.

Iria escrever sobre todas as coisas frenéticas que aconteceram desde o último post, mas como esse blog é algo da inspiração, não dá pra forçar. Todas as coisas que eu escrevo aqui saem direto do meu turbilhão mental para a página aqui. Quem sabe eu comente no futuro...

Ainda tenho muitos feitos para conquistar. Então é bom eu parar um pouco aqui e ir me dedicar além da escrita (amanhã estou na Campus Party Recife e será bom).

Atualizei minhas redes aqui do lado direito, então, se quiserem manter contato, sintam-se à vontade para fazê-lo.

Feliz dia do escritor e até a próxima xícara de chá!



segunda-feira, 21 de maio de 2012

O óbvio



Chá de Lúpulo: contra tensão nervosa, úlcera, insônia, dor de cabeça e ansiedade.



O mundo está mais egoísta.
As pessoas estão muito mais egoístas.

Cada notícia que eu leio na Internet, jornal, vejo na TV ou alguém me conta, é sempre de alguma coisa que alguém fez e muitos outros alguéns foram prejudicados, geralmente pessoas que seriam confiáveis para tratar dos nossos interesses. Confiáveis em teoria apenas. Sim, estou falando de governo e de governantes.

Em pleno ano de eleição, várias atrocidades cometidas contra nós: tentativas de implantar leis escrotas, aumentos absurdos dos salários dos políticos, desvio de verbas para alguma coisa urgente, obras inacabadas e superfaturadas... Gente, a corrupção tá em um nível tenso!

Minha amiga disse que eu andava muito revoltada ultimamente, revoltada na maneira de escrever ela quis dizer. Mas quem não sentiria alguma indignação com todas essas coisas acontecendo (e muito mais)?

Dizem que “isso acontece desde que o mundo é mundo”, mas o que está acontecendo com a força de protesto que tínhamos? Está sendo tesourada pouco a pouco e ficamos sentados no sofá com o controle remoto na mão jurando que cada botão daqueles é uma única possibilidade e escolha máxima que podemos ter na vida! Enquanto isso, um balde de merd* é despejada diante de seus olhos e dentro de seus ouvidos. E o que a maioria faz?

...

NADA.

Em certas ocasiões, dá vontade de ignorar tudo de política, corrupção, direitos e deveres, situação financeira do país... E ignoramos, eu ignoro às vezes, acontecem coisas pessoais e sociais que nos tiram a atenção. Acontece. Mas não esqueço, isso fica me corroendo. Embora eu não saiba como mudar algo nesse âmbito, só posso tentar mudar em mim, agindo de maneira idônea e tentando fazer as coisas certas.

Muita gente se deixa “levar” pela vida corrida que possui, o tempo que é cada vez mais escasso lhe está sendo tirado justamente pelo ritmo de trabalho que  “a vida” impõe a cada dia para obtenção de lucro. Nenhum grande empresário vai querer saber se você está doente, seu filho está doente, se sua mãe ou pai morreu, você é um número descartável e ele quer ver esse número se mexendo, mexendo apenas para cima, para a eficiência da produção. E, como essa regra vem do grande para o pequeno, os pequenos negócios ficam seguindo o modelo. Ou não notaram que cada vez mais é improvável não trabalhar nos sábados e domingos?

Aí você me diz que quem não quer trabalhar nesses dias “que estude mais para ter um melhor emprego”. OK, fique com esse pensamento. Mas uma coisa eu digo, gente para trabalhar há, faltam melhores condições para tal.

Um funcionário que trabalha em shopping de domingo a domingo com uma folga a cada 15 dias, por exemplo, poderia facilmente trabalhar por plantão ou em menor horário e teria mais uma vaga de emprego com outra pessoa para o serviço seguir melhor, as pessoas teriam mais estímulo e menos sobrecarga de trabalho. Mas quem se importa, não é mesmo?

Isso foi só um exemplo. Eu posso estar ultrapassada nas minhas ideias, mas eu não acho isso normal ou saudável: viver em um ritmo frenético o tempo inteiro. E talvez alguns concordem comigo verificando que muita gente está ficando doente mais cedo, ficando velho não pelos aniversários, mas pelo excesso de atividades.

Só queria compartilhar um pouco disso que sinto com todos vocês, nunca passei necessidades na vida e também nunca fui rica, mas eu sei que ter liberdade, um tempo para mim e algum meio de me expressar é mais importante que ter dinheiro. O dinheiro é um dos meios para usufruir dessas primeiras coisas.

Se tudo na minha vida der errado (não dará), ainda posso contar com a minha modesta criatividade em algum momento e “artisticar” por aí!

Vou tentar voltar ao ritmo de postagem de antigamente.
Vejo vocês em breve!